Confira alguns símbolos do Caminho de Santiago

1177
Confira alguns símbolos do Caminho de Santiago

Existem vários símbolos que representam o Caminho de Santiago. Eles servem tanto para identificar as pessoas que estão fazendo o Caminho, quanto para demarcar o Caminho em si. Talvez você já tenha visto algum destes por aí.

Concha de Vieira

O principal símbolo é a Concha de Vieira, facilmente encontrada na costa da região da Galícia. Existem várias explicações sobre o porquê de ela ser o símbolo do Caminho. Em minha opinião, a que mais faz sentido é essa: os peregrinos que regressavam de Finisterra – a 80 km de Santiago de Compostela, é o ponto mais a oeste da Europa e que, por isso, antigamente era considerado o fim do mundo ou “fim da terra” – mostravam aos seus familiares e amigos a concha como prova ou símbolo de que fizeram a peregrinação até Santiago de Compostela.

Algumas fontes indicam que a peregrinação até o “fim do mundo” é ainda mais antiga, anterior ao cristianismo. Hoje é um símbolo que todos carregam, desde o início da caminhada, para indicar que estão fazendo a peregrinação até Santiago.

Os sulcos da concha representam também as diferentes rotas utilizadas pelos peregrinos. Ao final, assim como os sulcos que se juntam em um só ponto na base da concha, chegam todas ao mesmo destino.

Ligado à Deusa Vênus, o símbolo da concha também representa o renascimento de uma pessoa e, no caso do Caminho, todas as mudanças que ocorrem com a pessoa durante a jornada. Para mim, o símbolo também representa a vida, que é uma jornada assim como o Caminho.

Setas Amarelas

Outro símbolo muito comum, que serve para sinalizar o Caminho, são as setas amarelas pintadas em árvores, chão, em muros, paredes, pedras, postes, pequenos marcos de concreto etc. O caminho é muito sinalizado (principalmente o Caminho Francês), basta seguir as setas e conchas que aparecem pela trilha.

Cruz de Santiago

A Cruz de Santiago é outro símbolo comumente visto pelo Caminho na forma de adornos, pingentes, ou então gravado em roupas, cartões-postais e outros souvenires. É uma cruz vermelha, que representa uma espada com forma de flor de lis na empunhadura e nos braços.

É um símbolo da Ordem de Santiago, nomeada em referência ao Apóstolo São Tiago (Santiago Maior), santo padroeiro da Espanha. A Ordem foi fundada no século XII, na época das Cruzadas, para combater os muçulmanos e guardar as fronteiras dos reinos cristãos da Península Ibérica. Assim, faziam também a proteção dos peregrinos que percorriam o Caminho para visitar o túmulo de Santiago Maior durante a Idade Média. Dizem que os cavaleiros levavam pequenas cruzes com a parte inferior afiada, podendo assim cravá-las no solo e fazer suas orações diárias.

Símbolos relacionados com um peregrino

Existem ainda alguns outros símbolos, relacionados com as roupas clássicas de um peregrino, que são representadas, também, nas imagens do Apóstolo São Tiago.

  • Cajado ou bastão de caminhada: tradicionalmente de madeira, utilizado como apoio para caminhar. Hoje em dia, continua sendo usado por muitos caminhantes em suas versões mais modernas e mais leves. Não é imprescindível, mas é um excelente auxílio nas várias subidas e descidas do Caminho, pois ajuda a aliviar a pressão nos joelhos e tornozelos.
  • Cabaça: utilizada como recipiente para guardar água. Normalmente fixada junto ao bastão.
  • Chapéu, capa e pequena bolsa para guardar as coisas necessárias para a viagem.
54321
(1 vote. Average 5 of 5)