Como fazer o Caminho de Santiago: a pé ou de bicicleta?

414
Como fazer o Caminho de Santiago: a pé ou de bicicleta?

Enquanto a maioria das pessoas faz o trajeto a pé, outras fazem de bicicleta e até mesmo a cavalo e a escolha pelas duas rodas têm sido cada vez mais adotada nos últimos anos. O trajeto leva cerca de 20 dias para ser completado, para quem pedalar cerca de 40 a 45 quilômetros diários.

E as pessoas levam suas próprias bicicletas?

A resposta é não. A grande maioria dos peregrinos alugam suas bicicletas ou até mesmo as compram quando chegam na Espanha. Lembre-se, entretanto, de garantir seu kit de segurança, que é obrigatório no país.

Em adição, o peregrino deverá adaptar seu veículo com alforjes, sinalização e ter algumas ferramentas básicas caso haja a necessidade de dar manutenção.

A união faz a força

Outra dica para quem gosta de pedalar é a possibilidade de se unir a alguns grupos de peregrinos que fazem o trajeto de bicicleta, com serviços específicos e estrutura de apoio. Um bom exemplo aqui no Brasil está no Bikeline Brasil, com grupos que saem em abril, junho e setembro.

Portanto, a conclusão a que chegamos é que se você tem familiaridade com o ciclismo e tem pouco tempo para fazer a peregrinação, a bicicleta é altamente recomendável. No entanto, se você não está acostumado a andar de bike, nem tem tanto preparo físico para isso, fazer o caminho de Santiago de Compostela a pé, no seu tempo, ainda é a melhor alternativa.

O melhor mesmo é fazer o Caminho de Santiago a pé

Outro ponto contra experiências em bicicletas é o fato de muitos albergues nem sequer aceitarem peregrinos com os veículos ou animais, por não terem condições de garantir a segurança ou alojamento para os “adicionais”.

A escolha com os pés no chão é a modalidade favorita por 85% dos peregrinos. Já os “bicigrinos”, como chamados os peregrinos de bicicleta, totalizam 14%, enquanto 1% fica para os que fazem o trajeto a cavalo.

Fonte: Euro Dicas Turismo

54321
(0 votes. Average 0 of 5)